Para quem tem pouca fé na Bíblia e muita fé na ciência, aproveite algumas dicas e mude hábitos no ano de 2019.

1 – VÁ AO OFTALMOLOGISTA: Depois dos 50 anos, a chamada vista cansada se torna ainda mais comum. Com a idade, também aumentam os riscos de glaucoma e catarata. Além disso, alterações de fundo de olho podem indicar a presença de diabetes e hipertensão.

2 – MODERAÇÃO COM A CARNE VERMELHA: o consumo diário de carne vermelha aumenta o risco de câncer de intestino em até 35%. Mas não a evite. Proteínas são essenciais.Dê preferência aos pescados.

3 – REDUZA O SAL: Medida importante no tratamento e prevenção da pressão alta, um dos fatores de risco para derrames e doenças do coração. Evite mais do que 6 gramas por dia (o equivalente a uma colher de chá).

4 – COMA MENOS: um estudo comparou cinquentões que faziam dieta com outros que consumiam, em média, 2 000 calorias\dia. Conclusão: o primeiro grupo teve uma expectativa de vida cerca de 30% maior, além de aparentar ser mais jovem do que os congêneres.

5 – NÃO SALTE O CAFÉ MATINAL: coma algo a cada três horas. Evite ficar longos períodos sem comer. Ao acordar, escovar os dentes. Use fio dental, para reduzir bactérias prejudiciais à saúde. Beber muito líquido ao longo do dia, principalmente água e chá verde. Evite café.

6 – DURMA BEM: a falta de sono crônica tem um impacto negativo nas funções metabólicas e hormonais. Quando se dorme menos de cinco horas, há um desequilíbrio no metabolismo.

7 – MANTENHA A MENTE ATIVA: Pesquisas mostram que a doença de Alzheimer tem maior incidência entre as pessoas com baixo nível de instrução. Estudos relacionam a leitura, os jogos com cartas ou tabuleiro e as palavras cruzadas com a redução do risco de demência em
pessoas com mais de 75 anos.

8 – EXPRESSE SUAS EMOÇÕES: aqueles que manifestam suas emoções por meio de atividades, como cantar, escrever e pintar, são mais saudáveis do que as pessoas que não o fazem.

9 – SEJA SOLIDÁRIO: dar apoio físico ou emocional a outras pessoas reduz em até 60% o risco de morte prematura no idoso.

10 – TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO: combate ao stress. Quem tem um bichinho vai ao médico com menor frequência, afirmam pesquisadores da Universidade de Cambridge.

11 – INVISTA EM CULTURA: as chances de uma pessoa alcançar a longevidade foram 36% maiores naquelas que cultivavam o hábito de realizar programas culturais, como visitar galerias de arte, ir ao teatro e frequentar concertos musicais.

12 – SIGA OS VERDES: Vegetais verde-escuros, como espinafre, rúcula e brócolis, são ricos em ácido fólico, uma substância que ajuda a manter a integridade do DNA.

13 – TOME VITAMINAS: Vitaminas A, complexo B, C e E são as mais indicadas. Seu consumo ajuda a prevenir a degeneração macular, que afeta 3 milhões de brasileiros e é a maior causa de cegueira em pessoas com mais de 50 anos.  

14 – MOVA-SE: o sedentarismo aumenta o risco de doença cardíaca em, pelo menos, uma vez e meia. Exercícios diários moderados ajudam a aumentar o tempo de vida em até seis anos.15 – TENHA FÉ: Segundo o International Journal of Psychiatry and Medicine, ter uma “crença forte” em algo ajuda a combater o stress e problemas emocionais.  Crer em Deus – dizem os homens – é vida física em abundância.

Indicamos uma fé saudável em JESUS e vida longa!!!

Pesquisa e adaptação – Pr. Sérgio de Oliveira Campos