Muita gente com medo da vacina, e deveria mesmo é ter medo da doença, da UTI e das sequelas. E no meio de tudo isso, ainda tem gente prestando um desserviço colocando o terror no lugar da paz. Vi a imagem do pequeno chinês recebendo corajosamente uma “agulhada”, e desejei compartilhá-la com você. Meu pai, um homem dos provérbios e ditados populares, dizia: “Um homem tem que ter coragem para tudo – até pra morrer”. Eu, sem medo de “virar jacaré”, aguardo com esperança a minha vez.